Entender o mercado que você está inserido é muito importante para que possa se dar bem, principalmente no início da carreira.

A história da medicina veterinária no Brasil.

Nos últimos 50 anos, muitos foram os avanços da medicina veterinária, provocados principalmente pela mudança cultural da sociedade, e maior cuidado dos tutores com seus companheiros de estimação. Essa mudança está com certeza relacionada ao avanço da expectativa de vidas dos brasileiros e diminuição do número de filhos, levando a um aumento do número de profissionais, busca por especializações, seja em pós graduações em escolas de educação continuada ou residência veterinária.

 


Link: https://cdn.pixabay.com/photo/2015/08/01/15/32/kitten-870357_960_720.jpg

 

No Brasil, a idéia de criação de estabelecimentos dedicados ao estudo da Medicina Veterinária foi despertada quando o imperador Dom Pedro II visitou a Escola Veterinária de Alfort em 1875, só se concretizando, entretanto sob a égide da República, com o Decreto 8.319 de 20 de outubro de 1910, assinado pelo presidente Nilo Peçanha. O documento tornava obrigatório o ensino da Medicina Veterinária. No mesmo ano foram criadas a Escola de Veterinária do Exército e a Escola Superior de Agricultura e Veterinária, ambas no Rio de Janeiro.

A primeira turma da escola civil graduou-se em 1917. Três anos depois, fundava-se a Sociedade Brasileira de Medicina Veterinária – SBMV. O primeiro diploma legal a regulamentar a Medicina Veterinária veio com o Decreto 23.133 de 9 de setembro de 1933. A data foi escolhida posteriormente como o dia do Médico Veterinário. Em 1968, houve a aprovação da Lei 5.517, que estabelece a segunda regulamentação e cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Medicina Veterinária. Desde então a Medicina Veterinária vem evoluindo em essência, aprimorando as técnicas, somando em ações humanitárias e contribuindo indubitavelmente com a promoção do crescimento tecnológico, econômico e social do Brasil.

 

Visão global do mercado veterinário

Hoje, o mercado Pet, em que o médico veterinário está inserido é o número 3 em faturamento no mundo, com um faturamento de 18,9 bilhões de reais em 2016. Isso se deve ao fato de termos a 3 maior população de cães e gatos do mundo.

Seu trabalho é amplamente variado e pode incluir atividades como prática clínica, pesquisa biomédica, educação, laboratórios de diagnóstico, consulta ou proteção do suprimento alimentar de nosso país. Como dizem, é uma profissão tentacular.

Qualquer que seja sua especialidade, os veterinários se dedicam a manter e promover a saúde animal e em consequência a saúde humana. Eles entendem a importância do bem-estar animal e as relações interdependentes entre animais e seres humanos.

Pesquisas e projeções preveem uma necessidade constante de futuros médicos e cientistas veterinários, já que estamos inseridos em quase tudo na sociedade. Programas de especialização, como a residência veterinária etão cada dia mais inseridos e diversificados, buscando não somente atingir o mercado Pet, mas também a saúde pública, setor comercial, medicina preventiva e de higiene e inspeção de alimentos.

Futuras oportunidades de emprego refletirão o envolvimento da sociedade em questões de energia, qualidade dos alimentos, saúde humana e qualidade de vida. A medicina veterinária está profundamente envolvida em todas essas áreas.

Link: https://cdn.pixabay.com/photo/2013/02/25/04/37/veterinary-85925_960_720.jpg

Prática privada

Uma grande parcela dos médicos veterinários optam pela prática privada, e optam por trabalhar em consultório particular, alguns após passar pela residência veterinária, fornecendo cuidados de saúde para animais de companhia.

  • Prática sozinho ou como parte de uma equipe em uma clínica ou hospital maior.
  • Oferecem muitos serviços, incluindo exames de saúde, vacinas, tratamento de animais doentes, cirurgia e atendimento de emergência.
  • Podem se concentrar em pequenos animais (cães, gatos e / ou animais de estimação exóticos), grandes animais (cavalos e / ou ruminantes) ou trabalhar em uma prática mista de animais com pequenos e grandes portes.

Uma tendencia ainda maior é a especialização de uma área específica, como cardiologia, nefrologia, podendo restringir ainda mais seus interesses em espécies como veterinários de equinos, aves ou felinos. Isso se consegue após pós graduações e residência veterinária.

Pesquisa

A pesquisa fomentada ainda na graduação, e continuada no mestrado podem levar também ao mercado privado, onde a busca por profissionais de pesquisa competentes são constantemente necessários em laboratórios de pesquisa farmacêuticos, universidades e várias agências governamentais.

Esses veterinários investigam problemas básicos e aplicados relativos a animais produtores de alimentos, animais de companhia, animais de laboratório, animais em cativeiro, vida selvagem e várias espécies aquáticas. Por exemplo:

  • Os veterinários de animais de laboratório supervisionam o alojamento, a alimentação, a reprodução e a saúde geral dos animais utilizados em pesquisas.
  • Os veterinários desenvolvem e testam vacinas, soros e outros agentes biológicos para procurar métodos novos e aperfeiçoados de tratamento e controle de doenças em animais e humanos.

Educação

Milhares de veterinários ensinam em universidades e faculdades. Após decidirem entre residência veterinária ou mestrado, muitos são absorvidos por faculdades privadas, ou públicas. Onde quer que você encontre uma escola de medicina veterinária, uma escola de agricultura ou uma escola de veterinária, é provável que você encontre um veterinário ajudando a disseminar o conhecimento sobre saúde e doença animal. Veterinários em instituições de ensino ensinam os alunos, realizam pesquisas, escrevem para revistas científicas e revistas de consumo e desenvolvem programas de educação continuada.

Preparamos um artigo sobre a dúvida: Residência veterinária ou mestrado, qual escolher? Clique aqui!

Laboratórios de diagnóstico

Fundamental para o tratamento de doenças animais é a necessidade de estabelecer um diagnóstico definitivo. Veterinários especializados em diagnósticos incluem aqueles com treinamento avançado em patologia e microbiologia.

Esses especialistas concentram suas carreiras no desenvolvimento e utilização de equipamentos e técnicas de última geração para analisar amostras como tecido ou sangue. A fim de oferecer serviços de diagnósticos e consultivos precisos, inovadores e oportunos à comunidade veterinária e de saúde animal.

Link: https://cdn.pixabay.com/photo/2013/03/09/04/44/dog-91765_960_720.jpg

Consultoria

Várias empresas e organizações empregam veterinários experientes como consultores em tempo integral ou parcial.

Para ser um consultor de sucesso requer habilidades avançadas desenvolvidas através de anos de experiência e treinamento avançado e educação.

Esses veterinários aconselham empresas privadas, como fazendas, laticínios, granjas de avicultura e instalações de processamento de carne. Eles também trabalham com organizações públicas, abrigos de animais, sociedades humanas.

Há oportunidades adicionais disponíveis com os governos estaduais e municipais, organizações sem fins lucrativos e em áreas que exigem experiência em medicina comparada.

Residência veterinária.

Hoje, devido a um crescente aumento do número de escolas veterinárias que promovem programas de residência veterinária, esta se tornou uma opção interessante ao médico recém formado, já que traz uma transição importante para a inserção posterior ao mercado de trabalho.

Preparamos um artigo: Os 5 benefícios da residência veterinária na sua carreira. Clique aqui!

 

Conheça nosso curso Preparatório para Residência Veterinária

 

Deixe um comentário